OLHA SÓ QUEM ESTÁ NOS VISITANDO!

OLHA SÓ QUEM ESTÁ NOS VISITANDO!
QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!

Tomara que você se emocione e deixe um comentário!

Tomara que você se emocione e deixe um comentário!
Só um, vai!!!

Amigas: são as irmãs que escolhemos!

Amigas: são as irmãs que escolhemos!

Esta turma sabe valorizar as emoções!

sábado, 29 de janeiro de 2011

Canção na plenitude



Não tenho mais os olhos de menina
nem corpo adolescente, e a pele
translúcida há muito se manchou.
Há rugas onde havia sedas, sou uma estrutura
agrandada pelos anos e o peso dos fardos
bons ou ruins.
(Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia.)

O que te posso dar é mais que tudo
o que perdi: dou-te os meus ganhos.
A maturidade que consegue rir
quando em outros tempos choraria,
busca te agradar
quando antigamente quereria
apenas ser amada.
Posso dar-te muito mais do que beleza
e juventude agora: esses dourados anos
me ensinaram a amar melhor, com mais paciência
e não menos ardor, a entender-te
se precisas, a aguardar-te quando vais,
a dar-te regaço de amante e colo de amiga,
e sobretudo força — que vem do aprendizado.
Isso posso te dar: um mar antigo e confiável
cujas marés — mesmo se fogem — retornam,
cujas correntes ocultas não levam destroços
mas o sonho interminável das sereias.

___________________________
Lya Luft

O texto acima foi extraído do livro "Secreta Mirada", Editora Mandarim - São Paulo, 1997, pág. 151.

4 comentários:

Anne Lieri disse...

Muito linda poesia de Lia Luft!E verdadeira!Bjs,

Anne Lieri disse...

Muito linda poesia de Lia Luft!E verdadeira!Bjs,

Mgomes - Santa Cruz disse...

Soninha; Lindissimo adorei sempre escolhes coisas bonitas para postares no teu blog.
Beijos
Santa Cruz

Priscila Rodrigues disse...

Muito lindo, amada, cheio de sentimentos..

Por onde vc anda? Tô com saudades.. ^^
Espero que esteja bem.

Beijão.

Related Posts with Thumbnails

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!